A ruptura com os velhos hábitos que prendem o Brasil ao atraso

TELEGRAM